teoria das rabetas de pranchas de surf

Aprenda a teoria das rabetas de pranchas de surf

Início de ano, promessas a cumprir e novas perspectivas. 2014 foi o auge do surf brasileiro com o primeiro campeão mundial da elite, e nós sabemos que você quer aprender a dar aquele aéreo que só vê nos vídeos, ou aquela rasgada irada que seu brother completa com maestria. Bom, antes da prática, vem a teoria.

Em uma sequência de posts iremos explicar e exemplificar: tipos de rabetas, decks, o fundo e as bordas de uma prancha de surf, além do outline, rocker (ou envergadura), foil e quilhas ideais para cada tipo de prancha e de surfista. Curtiu a ideia, não é? Então, mãos a obra galera.

Quiksilver Brasil Rabetas Matt Banting Daniel Smorigo WSL

Foto: Daniel Smorigo/WSL

A rabeta nada mais é que a traseira da sua prancha, e existem pelo menos nove tipos diferentes para dar estabilidade e ajudar os surfistas nos movimentos que cada onda pede. Entre as opções mais comuns estão:

Pin: Ideal para as ondas de tamanho e pesadas, mantém a prancha firme e proporciona mais segurança dentro de grandes tubos. Caracteriza curvas longas e muito controle em alta velocidade.

Round Pin: Perfeita para pranchas pequenas e médias, pois possibilita manobras mais limpas e redondas. Geralmente usada por surfistas que buscam diminuir a largura da rabeta de pranchinhas largas, gerando mais estabilidade.

Square: Tem suas pontas mais quebradas, o que a faz perfeita para ondas que quebram verticalmente. Possibilita equilíbrio e mobilidade na parede da onda, mas falha em manobras com muita curva. Dane Reynolds fez com que ela voltasse à cena nos último anos, e só ele sabe o controle necessário para desfrutar com elegância dessa rabeta complicada.

Quiksilver Brasil tipos rabetas 1

Swallow: Funciona para qualquer tipo de prancha e é possível realizar manobras mais ágeis. Desenvolvida para quebrar a linha da manobra mais facilmente e retornar a onda com a mesma facilidade, tendo uma resposta rápida.

Round Swallow: Tem atributos bem semelhantes aos modelos swallow e swallow fish, e dificilmente você distinguirá as três dentro do mar. Proporciona a mesma facilidade em manobras quebradas.

Fish: Também desenvolve-se em qualquer tipo de prancha, só é um pouco mais larga que a Swallow, normalmente usada em modelos biquilhas, largos e pequenos. Igualmente feita para dar agilidade nas manobras e retornos.

Quiksilver Brasil tipos rabetas 2

Squash: Talvez seja esta a mais popular entre os surfistas, permite alta velocidade para finalizar manobras longas e fortes. Adapta-se ao surf de ondas menores, que exige habilidade de se direcionar sem perder a velocidade.

Round Squash: Sem dúvidas a rabeta mais clássica entre surfistas de todas as idades. Assim como a Squash e a Diamond, é a que melhor representa no surf de ondas pequenas e médias. Boa para todos os tipos de pranchas, sofre adaptações básicas dependendo do tamanho da onda desejada.

Diamond: Trata-se praticamente da mesma ideia da Squash, velocidade, manobras longas e pesadas, em ondas de pequeno a médio tamanho. Diferencia pouca coisa na largura, dando mais segurança nas curvas.

Quiksilver Brasil tipos rabetas 3

Agora você já pode dizer que sabe um pouco mais sobre rabetas de pranchas. Para se tornar um expert vai mesmo ter que acompanhar nossos posts específicos na sequência das publicações. A próxima aula online será sobre decks e fundos de pranchas, fica ligado!

Comments are closed.